IBGE mostra que desemprego cai

Seis vírgula dois por cento é a taxa de desocupação no Brasil, de acordo com dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE. Segundo o órgão, a taxa de desocupação atingiu seu menor nível na série, iniciada em março de 2002 e recuou 0,5 ponto percentual em relação a agosto último (6,7%) e 1,5 pp em relação a setembro de 2009 (7,7%).

O número de pessoas ocupadas cresceu 0,7% em relação a agosto passado e 3,5% a setembro de 2009, atingindo a casa dos 22,3 milhões de pessoas). A população desocupada (1,5 milhão) caiu 7,5% em relação a agosto e 17,7% no ano.

Já o número de trabalhadores com carteira assinada, que situa-se na casa dos 10,3 milhões, manteve-se estável no mês mas apresentou crescimento de 8,6% no ano. A pesquisa do IBGE mostra ainda que:

- o rendimento médio real habitual dos trabalhadores (R$ 1.499,00) subiu 1,3% na comparação mensal e 6,2% no ano.

- A massa de rendimento médio real habitual dos ocupados (R$ 33,8 bilhões em setembro de 2010), ficou cresceu 2,1% no mês e 10,1% em relação a setembro de 2009.

- A massa de rendimento médio real efetivo dos ocupados (R$ 33,5 bilhões em agosto de 2010) cresceu 2,6% no mês e 10.5% no ano.

- O rendimento domiciliar per capita (R$ 999,35) cresceu 2,3% em relação a agosto último e 8,8% no ano.

Comments