Cimi debate mudanças climáticas

Quais os impactos das mudanças climáticas na região amazônica, especialmente sobre as terras indígenas? Quais as contribuições dos povos indígenas para a redução desses impactos? Compreender melhor a relação holística dos indígenas como o ambiente e responder a essas questões serão os desafios que terão os participantes da XXXI Assembléia Regional do Conselho Indigenista Missionário – Cimi, Regional Norte I (AM/RR). O evento acontecerá de 04 a 06 de fevereiro no Centro de Formação Xare, localizado no quilômetro 22 da rodovia BR-174 (Manaus - Boa Vista).

O tema “Contribuição dos Povos Indígenas na Preservação do Meio Ambiente Frente ao Aquecimento Global” estará em debate a partir das 14 horas (04/02) com exposição do pesquisador Paulo Maurício Lima de Alencastro Graça, do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia – Inpa, juntamente com lideranças indígenas. O resultado das discussões apontará as prioridades para atuação da entidade junto aos povos indígenas do Amazonas e Roraima.

“As informações que temos sobre os impactos das mudanças climáticas no planeta, de um modo geral, servem-nos de alerta para trazer essa discussão para as nossas áreas. O resultado dos debates, sob o prisma dos governos e das grandes corporações mundiais, não atende as expectativas da sociedade civil, como vimos no final da COP-15. Então, precisamos conhecer melhor essa realidade e como nos afeta para contribuir nas soluções”, diz a coordenadora do Cimi Norte I, Edina Pitarelli.

A Assembléia do Cimi vai discutir também a conjuntura atual, especialmente no que se refere à política indigenista, com a participação do Secretário Executivo do Cimi Nacional, Éden Magalhães, dirigentes da Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira – Coiab, e lideranças indígenas de Roraima e de várias regiões do Amazonas.

Informações:
(92) 3238-3317 /  3238-2971 / 9151-8752

Comments