CARTA DO POVO YANOMAMI E YE’KUANA

Ministro da Saúde
Alexandre Padilha
 Secretário Especial de Saúde Indígena
- SESAI
Antônio Alves de Sousa

Nós povos Yanomami e Ye’kuana estamos escrevendo este Carta para enviar diretamente para a Secretaria Especial Saúde Indígena- SESAI de Brasília e também para Ministro da Saúde.

Os Povos Yanomami e Ye’kuana são contra a indicação Andréia Maia Oliveira, pois os políticos do Estado de Roraima já indicaram Andréia Maia Oliveira para a chefia da coordenação Distrito Sanitário Especial de Saúde indígena Yanomami e Ye’kuana, estamos revoltados por isso, os políticos não fizeram a consulta em Brasília e nem consultaram as lideranças tradicionais e conselheiros que moram na sua Terra Indígena Yanomami, nós não sabemos que a autoridades estão fazendo escondido na questão de Saúde.

Nós queremos também fortalecer a política dos Povos Indígena na relação com política de atendimento de saúde, pois as decisões sobre as formas de atendimento têm que passar pelo respaldo do Povos Yanomami e Ye’kuana. Desta forma atendendo as especificidades do atendimento à que temos direito pela Constituição Federal de 1988.

Nós Yanomami e Ye’kuana temos como grande aliada no atendimento na TIY à pessoa de Joana Claudete das Mercês Schuertz, pois diante da calamidade em que se encontra a situação da saúde na TIY, tememos que o atendimento será muito prejudicado se não for mantida a figura de Joana Claudete na Coordenação da Saúde Yanomami e Ye’kuana uma vez que ela já tem uma relação de anos com saúde indígena, além da qualificação como Antropóloga, Técnica em enfermagem e Técnica em Laboratório.

Os Yanomami estão se manifestando nos estados de Roraima e Amazonas onde está localizada a população Yanomami de aproximadamente 19.000 Yanomami que dependem da política de atendimento de saúde nas áreas de atribuição do atendimento.

Nós Yanomami e Ye’kuana não aceitamos a indicação de uma pessoa que não tem a menor relação com s condições de atendimento a que a Secretaria deve estar condicionada, uma vez que se trata do atendimento a uma população com inúmeras complicações relacionadas contato recente com a sociedade envolvente, já reconhecidos pelo Estado Brasileiro anteriormente.

A Secretaria desta forma continua ameaçando a saúde pública dos Yanomami e Ye’kuana, seja pela negligencia no atendimento ou pela não consulta sobre as modificações na política de atendimento a saúde indígena, conforme as especificidades da legislação brasileira e de acordos internacionais ratificados pelo Brasil, como Convenção 169 da OIT.

Desta forma exigimos que qualquer modificação feita em cargos de chefia que tenham impacto no atendimento de saúde na TIY passe por uma consulta dos povos envolvidos e interessados na política de atendimento de saúde indígena, neste caso os Ye’kuana e Yanomami dos estados do Amazonas e de Roraima.

Continuando ameaçando saúde indígena Yanomami e Ye’kuana, no Estado de Roraima e o principalmente Marcelo Lima Lopes e Romero Jucá.

Novamente gostaríamos de manifestar nosso repúdio as atitudes assumidas sobre a indicação de Andréia Maia Oliveira para a coordenação Distrito Sanitário Especial Saúde Yanomami e Ye’kuana.(DSEY).

Colocamos ainda que deve ser honrada a indicação de Joana Claudete das Mercês Schuertz como a pessoa que tem competência e compromisso para este trabalho junto aos Povos Yanomami e Ye’kuana, para nós Yanomami e Ye’kuana ela é nossa mãe já tem experiência durante esses anos serviço, sabemos a qualificação dela.

No Brasil inteiro já mudaram Distritos Sanitário Especial de Saúde Indígena nos estados e já nomearam todas as coordenações para chefiam na DSEY, porque no estado de Roraima não saiu nome do chefia na coordenação de Distrito Sanitário Especial Saúde Indígenas Yanomami e Ye’kuana em Roraima.

Atenciosamente,
Dário Vitório Kopenawa Yanomami
Coordenador de Saúde da HAY
Mauricio Tome Rocha
Vice-Presidente da HAY

Comments