CPT de Lábrea repudia assassinato de Adelino Ramos

A Comissão Pastoral da Terra (CPT) da Prelazia de Lábrea que vem acompanhando os conflitos fundiários no sul do nosso município gerados pelas ameaças, espancamentos e mortes aos assentados e extrativistas desta região por parte de grileiros, madeireiros e fazendeiros, REPUDIA o assassinato do companheiro Adelino Ramos ocorrido no dia 27 de maio de 2011 em Vista Alegre do Abunã (RO),  em parte pela falta de intervenção dos órgãos competentes do Estado.

O Sr. Adelino Ramos, junto com outros líderes camponeses desta região também ameaçados de morte, receberam todo o apoio da CPT, quando em agosto do ano passado estiveram na sede do município de Lábrea para prestar depoimento e encaminhar denuncias perante a Promotoria de Justiça da Comarca e da própria Delegacia de Lábrea.

Através da CPT regional do Amazonas, foram encaminhados ofícios para o Ouvidor Agrário Nacional Sr. Gercino José da Silva Filho, informando da grave situação e das ameaças de morte que estavam sofrendo alguns líderes camponeses nesta região. A sua vez o Sr. Ouvidor enviou ofícios a diferentes órgãos, informando da situação de violência e ameaças de morte em que vivem estes lideres, lembrando-lhes “que de acordo com registros arquivados nesta ouvidoria agrária Nacional aconteceram sete homicídios, nos últimos anos, envolvendo trabalhadores rurais sem-terra que demandavam providências do INCRA para a execução do programa de reforma agrária na região sul de Lábrea e no município de Boca do Acre, o que reforça a necessidade de atuação do poder público para garantir a integridade física das famílias agricultoras que se encontram ameaçadas de morte na gleba Curuquête”      

Concretamente o Sr Ouvidor Agrário Nacional envio estes ofícios para os responsáveis dos seguintes órgãos com data de 10 de setembro de 2010:

-  Doutora Maria do Socorro Marques Feitosa, Superintendente Regional do INCRA em Manaus.
 - Doutor Mario César Medeiros Nunes, Delegado geral de Policia Civil em Manaus.
- Doutor Cézar Luiz Busto de Souza, Superintendente da Policia Federal em Porto Velho
- Excelentíssimo Senhor Coronel Dam Câmara, Comandante geral da Policia Militar em Manaus
- Ilustríssimo Senhor Sargento Manoel Raimundo Moraes, Chefe de Policia da 6ª Delegacia de Lábrea.

Fruto de todas estas denúncias, entre elas a do próprio Sr. Adelino Ramos, foi feito um inquérito na própria Delegacia de Lábrea, pedindo a busca e apreensão das pessoas denunciadas pelos líderes camponeses ameaçados.

Até hoje este inquérito ficou só no papel, nada foi feito, e mais uma vez por causa do descaso e a não atuação dos poderes públicos competentes assistimos impotentes a mais uma morte de um companheiro camponês.
ATÉ QUANDO!!!!!!

Equipe Comissão Pastoral da Terra (CPT), Prelazia de Lábrea - AM

Lábrea, 29 de maio de 2011

Comments