MESMO COM REDUÇÃO CESTA BÁSICA DE MANAUS É A 4° MAIS CARA


O custo da cesta básica de Manaus reduziu comparativamente ao mês anterior ficando em R$ 284,85 em novembro de 2012 de acordo com pesquisa realizada pelo DIEESE -Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos. Com a redução do valor da cesta a capital amazonense passou a ocupar a 4° colocação dentre as 17 capitais onde é realizada a Pesquisa Nacional da Cesta Básica, seguindo definições do Decreto-Lei 399, de 30 de abril de 1938.
O preço da cesta básica de Manaus, composta por 12 produtos, apresentou redução de 4,48% em relação ao mês de outubro. No mês anterior o conjunto de itens alimentícios essenciais custava R$ 298,22. Em novembro de 2011 a cesta básica custou R$258,32.

Poder de compra do Salário Mínimo em Manaus
Comparativamente com outubro de 2012 um trabalhador que ganha um salário mínimo em Manaus comprometeu, em novembro, 49,78% de seu rendimento líquido - R$ 572,24, após o desconto de 8% referente à contribuição previdenciária - com a aquisição dos alimentos básicos. Em outubro o comprometimento foi de 52,11%. Este mesmo trabalhador precisou trabalhar 100 horas e 45 minutos para comprar a cesta básica em novembro. Em outubro a jornada exigida era de 105 horas e 29 minutos.
Assim, em novembro, o trabalhador que recebe salário mínimo precisou trabalhar, em média, 92 horas e 37 minutos em novembro, 3 horas a menos do que era necessário em outubro. Em novembro de 2011, a jornada média de trabalho exigida para a compra da cesta somava 96 horas e 13 minutos.

A alimentação básica de uma família manauara custa R$ 854,55
O custo da cesta básica para o sustento de uma família de quatro pessoas (dois adultos e duas crianças, sendo que estas consomem o equivalente a um adulto) foi de R$ 854,55 durante o mês de novembro. Esse valor equivale a aproximadamente 1,374 vezes o salário mínimo bruto, fixado pelo governo federal em R$ 622,00. No mês anterior, o custo da cesta básica para esta mesma família foi de R$ 894,66. Salário mínimo necessário é R$ 2.514,09
Para estimar o valor do salário mínimo necessário, o DIEESE leva em consideração o maior custo para o conjunto de itens básicos - que em novembro foi verificado em São Paulo - e o preceito constitucional que estabelece que o menor salário pago deveria suprir as despesas de um trabalhador e sua família com alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência.
Para atender a essas necessidades, em novembro, este valor correspondeu a R$ 2.514,09, ou seja, 4,04 o mínimo em vigor, de R$ 622,00. Em outubro, o valor estimado foi de R$2.617,33 (4,21 vezes o piso). Em novembro de 2011, o salário mínimo necessário era de R$ 2.349,26 ou 4,31 vezes o valor mínimo em vigor na época, R$ 545,00.

Comments