PMDB VAI COMANDAR CÂMARA E SENADO ATÉ 2015


Brasília - Com a vitória do deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) para a presidência da Câmara, o PMDB terá pelos próximos dois anos o comando das duas Casas do Congresso Nacional. Na última sexta-feira (1º), Renan Calheiros (PMDB-AL) foi eleito presidente do Senado.

Com isso, o maior partido do país tem agora o primeiro, o segundo e o terceiro nomes na linha sucessória do país: Michel Temer, vice-presidente da República, Henrique Alves e Renan Calheiros respectivamente.

Com 20 senadores, o PMDB tem hoje a maior bancada no Senado. Na Câmara, a sigla tem o segundo maior número de deputados, 81 ao todo, atrás apenas do PT, que tem 87 parlamentares. À frente das duas Casas, o partido irá comandar as votações do Congresso.

No ano passado, o PMDB foi o maior vencedor das eleições municipais, com 1.041 prefeitos eleitos entre os 5.568 municípios onde houve disputa. Os peemedebistas têm ainda cinco governadores (Maranhão, Rio de Janeiro, Rondônia, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso), sendo o terceiro em número de governadores, atrás do PSDB, com oito, e PSB, com seis cada.


Sem surpresas, está eleita a nova Mesa Diretora da Câmara

A eleição da Mesa Diretora da Câmara dos Deputados não apresentou surpresas e todos os candidatos indicados pelos partidos foram eleitos hoje (4).

Além de Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), escolhido presidente da Casa com 271 votos, foram eleitos os deputados André Vargas (PT-PR), para a primeira-vice-presidência, e Fábio Faria (PSD-RN), para a segunda-vice-presidência.

Os deputados Márcio Bittar (PSDB-AC), Simão Sessim (PP-RJ), Maurício Quintella Lessa (PR-AL) e Antonio Carlos Biffi (PT-MS) foram eleitos, respectivamente, como primeiro, segundo, terceiro e quarto-secretários.

Para a primeira, segunda, terceira e quarta suplências foram eleitos os deputados Gonzaga Patriota (PSB-PE), Takayama (PSC-PR), Vitor Penido (DEM-MG) e Wolney Queiroz (PDT-PE).

Fonte: Agência Brasil/Ivan Richard

Comments