Ministério Público do Trabalho pede interdição de obras na Arena Amazônia

Brasília - O Ministério Público do Trabalho (MPT) da 11ª região entrou com um pedido de interdição de obra "urgente e imediata" para a Arena Amazônia, em Manaus, um dos estádios da Copa do Mundo de 2014, após a morte de dois operários em menos de 24 horas.

O operário Marcleudo de Melo Ferreira, de 22 anos, que trabalhava nas obras da arena morreu na madrugada de sábado (14) depois de uma queda no local da construção, segundo informaram as autoridades locais e a Federação Internacional de Futebol (Fifa). Ele caiu do teto do estádio, de uma altura de 35 metros, quando um cabo se rompeu. Outro trabalhador, José Antônio da Silva Nascimento, de 49 anos, sofreu um enfarto no centro de convenções que está sendo erguido ao lado do estádio. Após a morte de Macleudo, as obras tinham sido paralisadas até segunda-feira (16). Leia mais 



Rio de Janeiro – O Grupo de Trabalho das Nações Unidas (ONU) sobre Afrodescendentes apontou hoje
(13), ao encerrar visita de dez dias ao Brasil, um grande contraste entre a precariedade da situação dos negros e o elevado crescimento econômico do país. A comitiva das Nações Unidas esteve em cinco cidades, reuniu-se com autoridades e representantes da sociedade civil, visitou favelas e quilombos. Leia mais

Operário morre após cair da cobertura da Arena da Amazônia


Brasília - Um operário que trabalhava nas obras da Arena da Amazônia, em Manaus, morreu na madrugada de hoje (15) após cair de uma altura de 35 metros. Marcleudo de Melo Ferreira, 22 anos, trabalhava na montagem da cobertura do estádio que sediará os jogos da Copa do Mundo de 2014 na capital do Amazonas. Leia mais

Comments