CONDIÇÕES PRECÁRIAS DE TRABALHO FAZEM TRABALHADORES DA PHILCO PARAR

Manaus(AM) - Cerca de mil trabalhadores da empresa Phico I, unidade situada na Zona Leste de Manaus, paralisaram suas atividades às seis horas da manhã de hoje, 03/02. Eles protestam contra as condições de trabalho que, segundo diretores do Sindicato do s Metalúrgicos, estão bastante precárias há vários meses, razão pela qual a entidade apresentou uma pauta à empresa apontando irregularidades e cobrando soluções. “A situação aqui é tão crítica que estamos impedidos até de ir ao banheiro”, revelou um dos funcionários.

Os funcionários da fábrica dizem que faltam copos descartáveis, papel higiênico, equipamentos de proteção individual (EPIs), falta higiene nos refeitórios e a  Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA), que teria a finalidade de observar essas deficiências e solicitar soluções à direção da empresa, não está funcionando.

Além desses problemas que afetam a segurança os trabalhadores apontam, ainda, o descumprimento de cláusulas da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) – documento que normatiza as relações de trabalho entre empregados e empregadores de uma mesma categoria e tem força de lei. Um das cláusulas não cumpridas é referente ao fornecimento de cesta básica. Vários funcionários disseram que há dois meses não recebem a cesta básica.

A paralisação acontece também como forma de sensibilizar a direção da Philco I a negociar a Participação nos Lucros e Resultados – PLR, e para por fim do assédio moral – forma de tratamento humilhante e desrespeitosa.

Comments