Inicia a 43ª Assembleia Geral dos Povos Indígenas de Roraima

Desde o final de semana, lideranças indígenas de todas as regiões do Estado chegam ao Centro Regional
Lago Caracaranã, na Terra Indígena Raposa Serra do Sol, para participar da 43ª Assembleia Geral dos Povos Indígenas de Roraima, que inicia hoje, 11 e terminará na sexta-feira, 14. A realização é do Conselho Indígena de Roraima(CIR).
A Assembleia que vem com o tema “enfrentando os desafios, com união, trabalho e articulação de todos” tem a perspectiva de reunir mil participantes, entre lideranças indígenas e convidados. O evento, esse ano, vai recepcionar o Presidente da Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos dos Povos Indígenas, Padre Tom (PT/RR), com presença confirmada para amanhã, 11, na abertura oficial do evento e a Presidente da Fundação Nacional do Índio (Funai), Maria Augusta Assirati, no dia 12, além de outros representantes de órgãos federais.
A abertura do evento será às 8h, com apresentação das regiões e os demais participantes. No período da tarde, haverá a apresentação dos resultados do Plano de Gestão Territorial e Ambiental (PGTA) e informes da situação fundiária nas terras indígenas.
A programação segue no dia 12, com os temas “valorização e fortalecimento das práticas sustentáveis das comunidades indígenas” e “análise jurídica e política da decisão das 19 Condicionantes sobre o caso da Terra Indígena Raposa Serra do Sol”.
No dia 13, com a presença de representantes da Secretaria de Educação, Secretaria Especial de Saúde Indígena (SESAI), a programação será específica para discutir problemas relacionados à saúde e educação escolar indígena, que ultimamente tem sido alvo de constantes reclamações, principalmente a saúde dos povos indígenas.
O último dia, 14, considerando o ano eleitoral, as lideranças indígenas vão debater o tema sobre política partidária e voto limpo.
Encerrando a 43ª Assembleia Geral dos Povos Indígenas de Roraima, após os três dias de debate e esclarecimentos, as lideranças vão discutir e apresentar as propostas para 2014. Propostas que serão levadas à plenária para apreciação e aprovação. Ao final, como é tradicional, será elaborado um documento com as principais reivindicações e encaminhamentos da Assembleia.

Comments